Ian Penman conquista o Prémio RSL Ondaatje de 2024 com “Fassbinder Thousands of Mirrors”

Numa cerimónia marcada pela celebração da literatura e do poder evocativo dos lugares, o Prémio RSL Ondaatje de 2024 foi atribuído a Ian Penman pelo seu notável romance “Fassbinder Thousands of Mirrors”. A obra, que captura com mestria o espírito da Alemanha pós-guerra, foi distinguida com o prémio de £10,000, consagrando Penman como um notável contador de histórias da nossa época.

“Isto é algo que eu jamais poderia imaginar”, confessou Penman ao receber o prémio de Jans Ondaatje Rolls, representante da família Ondaatje na cerimónia. “Sou eternamente grato a Rainer Werner Fassbinder, cuja extraordinária visão do mundo inspirou profundamente este livro. Dedico-lhe esta distinção.”

Celebrando duas décadas de excelência literária, o prémio RSL Ondaatje foi instituído em 2004, fruto do legado dos Sirs Christopher Ondaatje e Michael Holroyd, com o intuito de honrar obras de ficção, não-ficção ou poesia que melhor invoquem o espírito de um lugar. Desde então, tem destacado uma impressionante variedade de narrativas e autores.

A cerimónia deste ano, realizada a 14 de maio em Two Temple Place, não apenas recordou a trajetória do prémio, mas também reuniu vencedores anteriores e figuras emblemáticas do mundo literário, entre eles Louisa Waugh, Roger Robinson, Anthony Anaxagorou, Francis Spufford, Grayson Perry, Bernardine Evaristo e David Olusoga.

Xiaolu Guo, presidente do júri, não poupou elogios ao trabalho de Penman, descrevendo-o como “um livro que li duas vezes este ano”. Guo destaca a singularidade da obra de Penman, capaz de transportar o leitor para a envolvente paisagem do cinema europeu através de uma perspectiva inovadora e profundamente introspectiva sobre a vida e a obra de Fassbinder.

Complementando tais louvores, os jurados Francis Spufford e Jan Carson enfatizaram a riqueza e a complexidade de “Fassbinder Thousands of Mirrors”, apontando-o como uma experiência literária ímpar, repleta de reflexões, críticas e uma visão filosófica que transcende as fronteiras do cinema alemão, oferecendo ao leitor uma janela para a autoavaliação.

Além de celebrar a literatura que evoca lugares, o Prémio RSL Ondaatje se insere num conjunto de 10 distinções anuais que visam reconhecer e promover a diversidade e a riqueza da escrita contemporânea, apoiando tanto os novos talentos como aqueles já estabelecidos em momentos cruciais das suas carreiras literárias.

Ao premiar Ian Penman, o RSL Ondaatje Prize reitera o seu compromisso em destacar a literatura que não apenas conta histórias, mas que também nos transporta, através da palavra escrita, para mundos outrora desconhecidos ou esquecidos, reafirmando o poder da literatura em conectar lugares, pessoas e épocas.

Martha Lucas
Martha Lucashttps://www.goodreads.com/user/show/178194854-martha-lucas
Martha Lucas é apaixonada por cinema e literatura. Está a trabalhar no seu primeiro romance e escreve artigos. Responsável pelas secções de teatro e livros na MCM. Sevilha, Espanha.
Artigos relacionados

Deixar uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos mais recentes